segunda-feira, 3 de outubro de 2016

Semana Mundial do Espaço no Clube de Astronomia Carl Sagan


O Clube de Astronomia Carl Sagan não ficará de fora da Semana Mundial do Espaço.

Confira nossa programação:

04/10: Exibição do CineCosmos - Episódio de Jornada nas Estrelas, às 17h na Casa da Ciência.

05/10: Palestra sobre descobertas recentes na Astronomia, às 18h na Casa da Ciência.

06/10: Exibição do CineCosmos - filme Apollo 13, às 17h na Casa da Ciência.

07/10: Oficina de foguetes de garrafa PET, às 17h na Casa da Ciência. Em seguida, Observação do céu até 21h.

Para mais detalhes, acesso o evento na página do Facebook.

terça-feira, 13 de setembro de 2016

Sarau Astronômico


Na próxima semana, dia 22 de setembro, realizaremos um Sarau Astronômico em comemoração ao aniversário de 9 anos do Clube de Astronomia Carl Sagan!

Será a partir das 18h na Casa da Ciência.

O evento é gratuito e aberto ao público!

quarta-feira, 10 de agosto de 2016

Cine Cosmos - Histórias de Viajantes





Temas do dia: Missão Voyager e exploração de Júpiter e Saturno.

Data: 11/08/2016
A partir das: 18:00 hrs
Local: Casa da Ciência - UFMS
Evento Público e Gratuito

Siga nos:

Evento no Face: https://www.facebook.com/events/1785694085010083/

Instagram: clubedeastronomiacacarlsagan

Snapchat: cacarlsagan

terça-feira, 10 de maio de 2016

Imagem Astronômica do Dia


Saturno e Marte visitam as Nuvens Estelares da Via Láctea

           Explicação: Planetas, estrelas, nebulosas e a galáxia. Essa imagem impressionante tem elas todas! Mais próximo de casa estão os dois planetas, Marte (á direita) e Saturno (ao centro), visíveis como os dois pontos alaranjados na metade superior da imagem. No centro-direita estão as coloridas nuvens estelares Rho Ophiuchus, destacando a estrela alaranjada brilhante, Antares, alinhada abaixo de Marte. Essas nuvens interestelares contém ambas nebulosas vermelhas de emissão e nebulosas azuis de reflexão.
          No topo, á direita da imagem está a nebulosa de reflexão Cabeça de Cavalo Azul. Na parte inferior estão muitas nebulosas escuras de absorção que se estendem da banda central da nossa galáxia Via Láctea. O compósito profundo destacado foi composto de múltiplas fotos de exposição profunda, tiradas mes passado no Brasil. Apesar de voce precisar de um telescópio para ver as nebulosidades, Saturno e Marte vão permanecer visíveis a olho nú esse mês, em direção ao leste, logo depois do por do sol.

[Fonte: http://apod.nasa.gov/apod/ap160510.html]

sexta-feira, 29 de abril de 2016

Eventos da Semana de 28/04 a 29/04

Atividades abertas e gratuitas, destinadas não só a comunidade acadêmica, como também, a toda a cidade e região.


29/04: Grupo de Estudos sobre Lua, às 18h00 na Casa da Ciência.





Para mais informações entre em contato pelos nossos canais:
E-mail: cacarlsagan@gmail.com

segunda-feira, 18 de abril de 2016

Eventos da Semana de 18/04 a 23/04

Atividades abertas e gratuitas, destinadas não só a comunidade acadêmica, como também, a toda a cidade e região.

  • 22/04 sexta-feira: Grupo de Estudos sobre Exoplanetas, às 18h30 na Casa da Ciência.



Para mais informações entre em contato pelos nossos canais:
E-mail: cacarlsagan@gmail.com


quarta-feira, 13 de abril de 2016

Eventos da Semana de 11/04 a 15/04

Atividades abertas e gratuitas, destinadas não só a comunidade acadêmica, como também, a toda a cidade e região.

  • 14/04 quinta-feira: Grupo de Estudos sobre Cosmologia, às 18h30 na Casa da Ciência.

  • 15/04: Observação do Céu: Planeta Júpiter, Lua e o Aglomerado Estelar de Ômega Centauro às 18h30.

Para mais informações entre em contato pelos nossos canais:
E-mail: cacarlsagan@gmail.com


segunda-feira, 4 de abril de 2016

Eventos da Semana de 04/04 a 08/04

Atividades abertas e gratuitas, destinadas não só a comunidade acadêmica, como também, a toda a cidade e região.

  • 07/04: Grupo de Estudos sobre Aglomerados Estelares, às 18h30 na Casa da Ciência.



  • 08/04: Observação do Céu no Parque das Nações Indígenas: Planeta Júpiter, Nebulosa de Orion e o Aglomerado Estelar de Ômega Centauro às 19h.


segunda-feira, 28 de março de 2016

Eventos da Semana de 28/03 a 01/04

Atividades abertas e gratuitas, destinadas não só a comunidade acadêmica, como também, toda a cidade e região.

31/03: Grupo de Estudos sobre Via Láctea, às 18h30 na Casa da Ciência.



01/04: Observação do Céu: Planeta Júpiter, Nebulosa de Orion e o Aglomerado Estelar de Ômega Centauro às 18h30.


domingo, 13 de março de 2016

Eventos da Semana

15/03: Grupo de Estudos sobre Via Láctea, às 18h30 na Casa da Ciência.


18/03: Observação do Céu: Lua, Planeta Júpiter e Nebulosa de Orion às 18h30.

quarta-feira, 9 de março de 2016

Eventos da Semana

10/03: Grupo de Estudos sobre Nebulosas, às 18h30, na Casa da Ciência;


11/03: Exibição de Documentário "Maravilhas do Sistema Solar" às 17h30, na Casa da Ciência.

terça-feira, 2 de fevereiro de 2016

Hubble flagra nuvem descomunal vindo rumo à Via Láctea

Se a Nuvem de Smith emitisse luz visível, é assim que nós a veríamos no céu (observe a comparação com a Lua Cheia). [Imagem: Saxton/Lockman/NRAO/AUI/NSF/Mellinger]

Nuvem de Smith


O telescópio espacial Hubble capturou novas informações sobre uma nuvem invisível que está disparada em direção à nossa galáxia a cerca de 1,12 milhão de quilômetros por hora.

Quando ela atingir a Via Láctea, os astrônomos acreditam que o fenômeno irá desencadear uma explosão espetacular de formação de estrelas, fornecendo gás suficiente para gerar 2 milhões de novos sóis.

Esta região de gás em forma de cometa tem 11.000 anos-luz de comprimento por 2.500 anos-luz de diâmetro. Se a nuvem pudesse ser vista em luz visível, ela abrangeria o céu com um diâmetro aparente 30 vezes maior do que o tamanho da Lua Cheia.

Embora centenas de nuvens de gás enormes chispem em alta velocidade em torno da nossa galáxia, esta chamada "Nuvem de Smith" é única porque sua trajetória é bem conhecida.

A nuvem foi descoberta no início dos anos 1960 pelo então estudante de astronomia Gail Smith, que detectou as ondas de rádio emitidas pelo hidrogênio em sua composição.

sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Telescópio brasileiro para observação do Sol é lançado pela NASA

Com informações da Agência Fapesp -  28/01/2016

Instrumento científico Solar T, transportado por um balão estratosférico, está em voo de circunavegação na Antártica captando a energia que emana das explosões solares em frequências nunca medidas.[Imagem: CRAMM]

Solar-T


A NASA lançou um balão estratosférico que transporta dois equipamentos científicos voltados a estudar o Sol. O lançamento foi feito em McMurdo, base dos Estados Unidos na Antártica, na última segunda-feira (18).

Um dos equipamentos é o Solar-T, um telescópio fotométrico duplo, projetado e construído no Brasil por pesquisadores do Centro de Radioastronomia e Astrofísica Mackenzie (CRAAM), da Universidade Presbiteriana Mackenzie, em colaboração com colegas da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas).

O outro equipamento é o experimento de raios X e gama GRIPS (sigla em inglês de Gamma-ray Imager/Polarimeter for Solar Flares), da Universidade da Califórnia em Berkeley, nos EUA, ao qual o Solar-T foi acoplado.

quarta-feira, 20 de janeiro de 2016

Galáxia mais brilhante que se conhece é um quasar

Com informações do ESO -  18/01/2016

Quasares são galáxias ativas com núcleos extremamente energéticos. [Imagem: NRAO/AUI/NSF/Dana Berry]

Quasar


A galáxia mais luminosa conhecida no Universo é tão turbulenta que se encontra ejetando o seu fornecimento total de gás destinado à formação estelar.

O objeto, também conhecido como quasar W2246-0526, foi observado pelo radiotelescópio ALMA.

Os quasares são uma espécie de galáxia com buracos negros supermassivos nos seus centros, dos quais saem jatos poderosos de partículas e radiação. A maioria dos quasares brilha intensamente, mas uma pequena parte deles - 1 em cada 3000 - fazem parte de um tipo raro, conhecido por Hot DOGs (sigla em inglês para Hot, Dust-Obscured Galaxies, ou galáxias quentes obscurecidas por poeira).