quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Noite Internacional de Observação da Lua.



No ano passado este evento atraiu centenas de pessoas, este ano não será diferente.


No dia 8 de Outubro de 2011, será realizado novamente o evento internacional  InOMN ou "International Observe the Moon Night", com atividades simultâneas acontecendo em todo o mundo, é apoiado pelo centro de missões da NASA e pelo projeto Astrónomos sem fronteira. Teremos  uma noite especial onde todos observaremos a Lua.
Confira, aqui, os locais onde acontecerão todas as  atividades simultâneas, por todo o planeta.

O clube de Astronomia Carl Sagan não ficará de fora deste evento e convida todos a se juntarem a nós para se deslumbrarem com a Lua e seus mares secos, suas  fabulosas crateras, seus belos picos e seus grandes cânions.

A observação da Lua acontecerá na Feira Central de Campo grande - (MS), com telescópios e binóculo.

Data: 08 de Outubro ( Sábado)

Horário: 19h ás 21h 

Saiba mais sobre a história deste envento clicando aqui.
Página oficial do evento aqui. (em inglês)

domingo, 25 de setembro de 2011

Robô humanóide da NASA é activado na ISS.




(Ciência Hoje - Portugal) O programa do robô humanóide da General Motors (GM) e da NASA assinala um novo marco científico e tecnológico na Estação Espacial Internacional (International Space Station – ISS).

O Robonaut 2, ou R2 como é vulgarmente conhecido, um robot humanóide desenhado e construído para apoiar os astronautas, foi activado e iniciou a primeira série de experiências desde que foi entregue aos astronautas, em Fevereiro, numa missão do Space Shuttle Discovery.

Os operadores na missão de controlo em Houston (EUA) activaram os computadores principais do robot – localizados no estômago do R2 – e os mais de 30 processadores incorporados nos braços e articulações de controlo.

"Os electrões(elétrons) estão bons! Um pequeno passo para o homem, um salto gigante para os homens de metal” referiu o Robonaut no seu primeiro post no Twitter. "É claro que gostaria de poder girar a cabeça e olhar à volta”, acrescentou no comentário.

O R2 está activo e presente no twitter através da sua conta @astrorobonaut onde responde às questões de mais de 40 mil seguidores.

No primeiro teste, que durou duas horas, o astronauta norte-americano Michael Fossum e o japonês Satoshi Furukawa colocaram o R2 na sua base fixa, na lSS, e assistiram ao controlo do robot por parte dos operadores na Terra.

As quatro câmaras presentes na cabeça dourada que lhe servem de olhos foram igualmente ligadas, tal como a de infra-vermelhos, localizada na boca do robot, utilizada para calcular a percepção de profundidade.

O robot, que já viajou no Discovery para a ISS, fará este mês os seus primeiros movimentos comandados pelos controladores na Terra, nomeadamente movimentos da cabeça, mãos, braços e articulações de modo a que os engenheiros possam calibrar e ajustar os sistemas de controlo e sensibilidade.

Veja a reportagem completa aqui.

A Série Cosmos e o seu esperado retorno.

Olá, pessoal.

Há algum tempo, saiu a notícia de que série Cosmos iria retornar.
E não poderíamos deixar de colocar aqui esta incrível e inspiradora noticia.

A FOX está prometendo a estreia para Fevereiro de 2013, esta nova versão desse clássico será apresentada pelo astrofísico americano Neil de Grasse Tyson, do planetário Hayden de New York

Tyson irá trabalhar em conjunto com a viúva de Sagan, Ann Druyan, e Steve Soter, ambos roteiristas da série original. Participa do projeto também o criador da série Family Guy, Seth McFarlane.

Veja o primeiro episódio desta incrível Série, que inspirou muitas crianças com todo o carisma de Carl Sagan para dialogar e unir nossas próprias vidas a ciência e ao Cosmo.



Legenda em Português ( Click em cc)

quarta-feira, 21 de setembro de 2011

IV ANARCO 'ETNO' ESPACIAL FOI MOMENTO DE PESQUISA, CULTURA E CELEBRAÇÃO



A IV Anarco 'Etno" Espacial se consolidou como uma atividade em o conhecimento científico foi articulado em meio a uma experiência cultural e de integração extremamente forte. Na noite de sábado, devido a forte nebulosidade que cobriu as estrelas, a observação astronômica foi prejudicada. O pessoal da Aldeia foi chegando devagarinho. Crianças, adultos e jovens foram chegando, chegando e aos poucos o campo de futebol foi ficando cheio de gente. No escuro, o mínimo de ruído, característica típica de comunidades Terena, foi percebido como um traço marcante da cultura dos anfitriães. A atenção a todos os passos dos visitantes também mostrou-se motivo de observação por parte da equipe de monitores presentes à atividade. Nestes casos, o pessoal do Clube executa o plano B, projetando o céu, na posição aproximada a partir do programa Stelarium. Uma tela improvisada (um lençol branco) serviu para a projeção e a fala do Professor Hamilton se deu no sentido de associar conhecimentos da astronomia tradicional com o referencial da etno astronomia.




Após ouvirem até o fim, passou-se a fase de perguntas e considerações e todos puderam participar. A discussão se estendeu por mais de uma hora. Vale ressaltar que a nebulosidade era natural, mas os indígenas alertaram que estão ocorrendo queimadas na região, o que também contribui para que as condições de observação por aparelhos fosse prejudicada. A noite terminou nas instalações da Escola Estadual Indígena Pascoal Leite Dias. No entanto a maior emoção da IV Anarco Etno Espacial ainda estava por vir e seria vivenciada por todos na trilha interpretativa que se realizaria pela manhã. A Trilha Interpretativa Interdisciplinar da Nascente do João Dias, tem como uma das principais motivações, estimular a reflexão sobre a luta pela posse de terra pela comunidade Terena. O direito à terra, como fator de articulação cultural, social e de sobrevivência, para os anarcos, passa, necessariamente pela posse dos recursos naturais e entre eles as nascentes. A notícia chegou como uma verdadeira boa nova e dizia respeito ao fato do Cacique Alberto estar atrasado na recepção dos visitantes, quando estes chegaram no final da tarde de sábado. Ao explicar o motivo do atraso, Alberto esclareceu a todos que estava na celebração do primeiro mês da RECONQUISTA DA ÁREA DA NASCENTE. Era isso então. Serai realizada no sábado, a primeira trilha interpretativa interdisciplinar da nascente do João Dias em que os monitores do anarco não iriam mais ter que dizer que na verdade ao chegarem até local estavam na subnascente, pois a verdadeira nascente está nas mãos de um grileiro, um usurpador de terras indígenas que se apoiava na dúbia legislação para ocupar 370 hectares de território historicamente ocupado pela sociedade Terena. A partir desta trilha tivemos que mudar as falas. Agora vamos falar em recuperação da área do entorno da nascente, vez que após 16 anos d euso predatório, várias consequências danosas ao João Dias podem ser verificadas, entre elas o diminuição do volume de águas. Uma parceria com a comunidade do Limão Verde será cosntruída no sentido de recuperar a área.



A trilha interpretativa interdisciplinar de domingo contou com a presença dos anarco monitores Nélson (geografia), Tonhão (biologia), Luiz (história), Simão (pedagogia) Claudinei (Engenharia Florestal), Arilson (engenharia florestal) Maycon(geografia) além do professor Vavá (história), so monitores do Clube de Astronomia, ale´m de um grupo de estudantes da Escola Estadual Marly Russo Rodrigues que chegaram pela manhã, especialmente para participar da trilha.



As crianças foram levadas até a atividade pelas monitoras do PIBID do curso de letras. Estamos preparando um material especifico a respeito da participação deste grupo que também engrandeceu a IV Anarco 'Etno' Espacial.



Parte do grupo que participou da IV Anarco 'Etno' Espacial


Fonte: Anarco Pedagógico Atemporais